"Um dos segredos da vida é fazer degraus com as pedras em que tropeçamos." - Jack Penn.

Aluno querido... Uma merda!

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

"Renata, você entendeu tudo? Então, vou passar essa aqui SÓ PARA VOCÊ!".

Essa foi uma frase que minha professora de matemática disse por esses dias, e isso me fez pensar muito. Afinal de contas, todos os alunos são iguais, ou, têm os "queridinhos" dos professores? Se repararmos bem, digo isso no geral (e talvez eu esteja enganado), veremos que todo professor tem seu aluno preferido. O que mata, e acho injusto, é dá preferência a apenas um aluno... Estamos na sala, e queremos tanto quanto a "Renata", aprender, pois saímos de casa e fomos para a escola para isso.

Não é de hoje, mas, desde que entrei nessa escola, que percebo essa "gracinha" dos professores, em ter seu favorito, claro, não tiro a razão deles... Hoje em dia o ensino está uma bosta no Brasil, e o que mais vejo, é professores felizes sabendo que vão se aposentar logo, e que não vão ver a desgraça que será o ensino nos anos seguintes... Mas, ainda sim, e os outros alunos? Eles, tentam, e se não conseguem, não merecem ser deixados para trás! Os professores têm que explicar a todos os alunos, e não ficar selecionando ninguém... Pois, não existe, ninguém ali melhor ou pior (e isso é em todo lugar! Somos todos iguais).

Quero ver se descer lá embaixo e reclamar... Provavelmente a diretora me expulsaria, e ficaria me olhando torto por dias... Motivo? "Renata", é a queridinha da diretora também. Aí, vocês devem estão se perguntando: "Você tem raiva da Renata?", e eu respondo: "Não!", apenas quero, comentar sobre algo que passei a notar, e que está ficando cada vez mais comum... É isso que está prejudicando a minha sala (e talvez tantas outras por aí). 

Pois, eu penso assim, que a partir da hora que se tem um favorito na sala, o professor simplesmente foca naquele aluno, e meio, que esquece os demais. Na hora de explicar alguma coisa por exemplo, alguns professores meus, não explicam lá na frente da sala, para todos, mas preferem ir em apenas poucas mesas, e se os chama, para pedir ajuda, eles demoram minutos para ir até você... Por que? Estava ajudando o favorito. Uma hora, se eu estiver virado no samurai (isso aqui foi engraçado, não?), eu vou dar umas respostas nesses professores, que eles vão até me expulsar da sala, mas que vou buscar meus direitos, ah, isso eu vou.

Não devemos deixar que isso aconteça. Se ficarmos quietos é pior, e por isso, eu conversei com alguns alunos, e iremos sim dar queixa da professora na diretoria. Não queremos que tenha um favorito na sala, queremos ser tratados todos iguais! Ah, e para quem pensa que é coisa de minha cabeça, todos os alunos que conversei, disseram que perceberam, que essa tal professora (a de matemática), coloca a "Renata" em um pedestal. Todos estamos tristes com isso. E, seremos ouvidos, uma hora ou outra. Chu ~✩.

7 comentários

  1. Acho sim que os professores tem queridinhos. Bom, na minha sala, ao menos, grande parte não participa e fica conversando, e outra grande parte pode ficar quieto mas mesmo assim não participa. Eu adoro participar muito em quase todas as matérias, na verdade, em todas, só não participo na aula no qual o assunto eu não sei. Se um aluno conversa acho que o professor não deve dar oportunidades a ele, até que mude. Ok, convenhamos, o negócio do queridinho não é justo, mas se você é o queridinho é legal :3

    Concordo. Um professor tem que ensinar a todos. Na minha sala, ao menos, os professores dão mais oportunidade para o queridinho falar e usam ele em mais exemplos, mas nunca desrespeita os outros alunos e nem deixam eles de fora, todos participam igualmente.

    Da forma que sua professora faz é sim injusto. Mas da forma que os meus professores fazem não é injusto. Entendo como isso é, ano passado era assim. Nicole era uma guria que não sabia de nada do assunto (só decorava) e era a queridinha de todos os professores.

    The Lord of Thrones

    ResponderExcluir
  2. Realmente você tem toda rasão, na minha sala tem uma turminha que são os queridinhos dos professores, coisa absurda pois são o centro das atenções, parece que são os únicos que estão dentro de sala, acho que a educação no nosso país é com certeza uma merda!

    Abraços, Crazy Things

    ResponderExcluir
  3. Quando era menor fui bastante o queridinho da professora, haha. Não é tão legal... Se eu fosse professor talvez teria os alunos favoritos, afinal, em tudo que fazemos nós temos algo de favorito não? As vezes irrita, pelo professor babar no ovo daquele tal aluno, mas eu nem ligo pra isso, deixe a professora com o tal. Adorei seu blog <3

    www.excepcionalmente.com

    ResponderExcluir
  4. Na minha escola tem muito disso :/ Só que eu não posso reclamar, pois eu e a minha melhor amiga que somos ''as queridinhas'', admito que isso pode parecer estranho, mas é ótimo ter privilégios. E ás vezes eu me irrito pelo fato de que os outros se irritam e.e

    Beijos & Hugs,
    | Blog Soqnunca |

    ResponderExcluir
  5. Querendo ou não,os professores têm seus queridinhos SIM.Eu acho isso um saco,mas na maioria das vezes as pessoas não escolhem ter esse ''privilégio''.

    http://thisismylifeoficial.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Pois é concordo e muito com seu texto, odeio isso. Professores deveriam ser parciais e não bajuladores e com outros não...
    Enfim, até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Realmente toda sala tem seu queridinho, na minha seria eu e um amigo -q
    Acho chato, porque se você faz uma cagada o professor automaticamente tenta te proteger, porém os outros alunos vem com 7 pedras na mão, então eu tento ao máximo ficar na minha ou fazer alguma cagada e tentar receber uma bronca, porque né...
    Beijoos || Caramelos Encantados (◕‿◕✿)

    ResponderExcluir

« »